quinta-feira, 26 de agosto de 2010

terça-feira, 24 de agosto de 2010

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

*"QUERES UMA MAÇÃOZINHA?"*


Já passaram muitos anos.
Tenho saudades...
Foste uma mulher-coragem, um verdadeiro exemplo. 
Ainda muito jovem (com 26 anos) ficaste viúva e 3 filhos para criar.
Foste mulher de um só homem.
Foste a Mãe cujos filhos nada faltou... trabalhaste campos, jornadas e jornadas e conseguiste criá-los. Fizeste deles 3 jovens, depois adultos, íntegros, trabalhadores.
Foste a Mãe da minha Avó.
Deste-me a MELHOR AVÓ DO MUNDO.
Viveste honrada e respeitada por tudo e todos.
Morreste aos 84 anos com o reconhecimento que muitos nunca alcançam.
Lembro dos dias em que eu, nos meus 6 ou 7 anos ia à hora de almoço visitar-te na esperança de trazer uma moedita de 5 escudos para comprar rebuçados!!!
Por vezes tinha sorte... 5 escudos... tantos rebuçados... flocos de neve, caramelos... às vezes 10 escudos... era a loucura... podia comprar um caderno de duas linhas para escrever e escrever.
Delirava!
Outras vezes perguntavas... "Queres uma maçãozinha?"... 
Eu prontamente respondia que sim... claro que não me apetecia a "maçãozinha", mas não podia negar aquela tua oferta.
Nesses dias vinha embora com a "maçãozinha"... triste por não poder comprar rebuçados naquele dia... mas, amanhã, "amanhã de certeza que me oferecerás 5 escudos" - pensava e desejava eu.
Não recordo se comia sempre as maçãs. Quase de certeza que não.
Recordo os recreios na escola em que corria para vir ao fundo do recinto espreitar para tua casa e chamar por ti "Vó... Vó Sofia... Olá! Até mais logo." - gritava-te.
Fui feliz... fomos felizes... és um exemplo...
Hoje era dia do teu aniversário... completarias 101 anos... não o festejas aqui connosco... mas ai, onde estás, a festa deve ser grande... junto dos teus filhos.
OBRIGADA POR TUDO VÓ SOFIA.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

*CORAÇÃO DE MÃE (2)*


Agora que a "tempestade" já passou o meu coração de Mãe voltou a ficar normal... cintilante e cheio de Amor.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

*CORAÇÃO DE MÃE*


Esta é mais umas das imagens que ilustram o coração de uma Mãe.
Sempre apertado, sempre nas mãos por causa dos seus filhos.
Hoje o meu anda assim... apertadinho, apertadinho, a Benedita está doente.
Amigdalite... febres altas, acima dos 39º... falta de apetite... indisposição.
Com o coração nas mãos tenho a fé e a coragem que reconheço numa Mãe.
Eu que sou uma choramingas, uma "dói-me tudo", "não aguento nada"... quando se trata da minha filha torno-me uma "heroína"!
Ganho forças que julgava não ter... ganho a coragem que nunca pensei encontrar dentro de mim... mas, por ti Benedita transformo-me na "mulher-coragem" que sempre quis ser.
Amo-te minha filha e mesmo com o coração nas mãos serei sempre o pilar que necessitares.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

*ANIVERSÁRIO DO MARIDÃO*



Ontem foi dia de aniversário.
O maridão completou o seu 31.º Aniversário de vida.
Foi especial? Sim.
Pela primeira vez festejou o seu aniversário na companhia da filha... no ano passado a Benedita ainda estava na barriga da Mãe quando cantamos os parabéns... mas, este ano, neste ano de 2010, a nossa pequena "cantou" connosco os "Parabéns a você..." e adorou ver as velas a arder e os flashes (da imprensa) e as palminhas e a felicidade que foi para mim que ele festejasse com a nossa maior alegria.

Agora só para o Ângelo:

Às vezes resmungo contigo... implico contigo... chateio-me contigo... mas, não é por mal... é uma coisa chamada feitio... tu também o tens... mas, aqui não estamos a tratar dos teus defeitos... estou a "expurgar" os meus pecados.
Amo-te muito... tanto quanto no dia em que te pedi em casamento... hoje, mantenho a mesma convicção quanta a que manifestei no meu pedido, em frente a uma plateia de conhecidos e desconhecidos... num dia em que celebrava o final de um ciclo... o dia em que me cartolaram...
Não foi leviano o pedido que te fiz... não foi também espectáculo para "direito" ver... foi apenas e tão só o melhor modo que encontrei para manifestar o meu Amor e carinho por ti.
O teu aniversário tem sido sempre festejado com muita alegria... tentando juntar as pessoas mais importantes... mas, este ano... este ano a nossa Princesa, o meu maior projecto, celebrou juntamente connosco.
Que possamos festejar muitos mais anos... que possamos ser felizes muitos mais anos... que eu possa discutir contigo, chatear-te e amar-te sempre e sempre mais um pouco.