quinta-feira, 22 de outubro de 2015

* OS 35 CHEGARAM *


Numa pequena distracção (ou não) da Vida os 35 anos bateram-me à porta.
Dormitava quanto eles chegaram e fui gentilmente acordada com um beijo e "Parabéns".
Estes 35 anos têm sido vividos da melhor maneira que sei; muitas vezes mal aproveitados, muitas vezes em demasia.
"Define-te numa palavra." - Inconformada. (respondo)
Tenho ânsia de viver, de fazer, de ir, de estar, de ver, de ser feliz.
Quero tudo o que mereço, no bom e no menos bom.
Conquistei muito nestes 35 anos; trabalho e luto todos os dias para continuar num percurso que me permite repousar tranquila quando vou dormir. Sim, a consciência vai tranquila, os miúdos é que não deixam descansar como merecia!
Vivo numa casa que muitas vezes creio ser habitada por "gente maluca". 
Volta e meia ecoam gritos e berros, gargalhadas profundas, televisão nas alturas e tantas situações, que chego a ter pena dos vizinhos.
Mas há Vida na nossa casa! 
Há gente que chora e que ri, que grita e se chateia, mas que se ama incondicionalmente.
Continuo realizada, mas os meus sonhos também vão crescendo tal como eu.
Venham mais 35 e que a Vida seja plena.

Publicação em destaque

* É MUITO MAIS QUE UMA COR *

" Mas é apenas um cinturão amarelo! O que tem de tão especial? " Não, não é apenas um cinturão amarelo, é muito mais que is...