terça-feira, 18 de novembro de 2008

"A MORTE NÃO É NADA"

Um amigo e conselheiro falou-me há poucos dias deste texto tão especial de Santo Agostinho. Porque todos os dias assistimos à partida de pessoas tão queridas e especiais quero convosco partilhar estas palavras. Sirvam-se delas para confortarem os vossos corações. Passaram 23 anos e nunca te esqueço, estás sempre comigo, porque te amo, porque vivo em ti e porque sei que, além de estares melhor, junto d’Ele, estás também a olhar por e para mim e um dia voltaremos a estar juntas.

“A morte não é nada.

Eu somente passei

para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.

O que eu era para vocês,

eu continuarei sendo.

Me dêem o nome

que vocês sempre me deram,

falem comigo

como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo

no mundo das criaturas,

eu estou vivendo

no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene

ou triste, continuem a rir

daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.

Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado

como sempre foi,

sem ênfase de nenhum tipo.

sem nenhum traço de sombra

ou tristeza.

A vida significa tudo

o que ela sempre significou,

o fio não foi cortado.

Porque eu estaria fora

de seus pensamentos,

agora que estou apenas fora

de suas vistas?

Eu não estou longe,

apenas estou

do outro lado do Caminho…

Você que aí ficou, siga em frente,

A vida contínua, linda e bela

como sempre foi.”

Sem comentários:

Publicação em destaque

* É MUITO MAIS QUE UMA COR *

" Mas é apenas um cinturão amarelo! O que tem de tão especial? " Não, não é apenas um cinturão amarelo, é muito mais que is...