quarta-feira, 1 de outubro de 2008

DEDICADO A TODAS AS "LETÍCIAS" DO MUNDO

Não sou Mãe.
Mas sei que para sê-lo não basta ficar grávida e "dar à luz".
É preciso muito mais que isso... é preciso saber AMAR, saber quão precioso é aquele Ser, aquele pequeno pedaço de nós.
Hoje fiquei comovida com o VERDADEIRO AMOR de uma MÃE de acolhimento... para mim, pelo pouco que presenciei, a verdadeira MÃE da pequena Letícia.
Letícia nasceu quando o irmão mais velho tinha apenas 9 meses de idade.
Letícia tem 22 meses de idade e com apenas 15 dias de existência foi dada por aquela que biologicamente lhe deu a Vida.
A progenitora não a quis... preferiu a droga que até hoje continua a consumir!!!
Acolhida por uma VERDADEIRA FAMÍLIA, Letícia é uma criança muito feliz (pude percebê-lo apenas pelo pouco tempo em que estive sentada a seu lado), muito amada pelos PAIS e pelos 3 irmãos que ganhou quando chegou àquele lar. Letícia adora comer, de tudo... aprendeu com os seus irmãos.
Poderão imaginar... uma verdadeira princesinha no meio de 3 soldados que a AMAM desde aquele dia.
A "outra", a biológica, visita Letícia muito esporadicamente... nunca lhe deu nada, nunca quis saber se lhe faltava algo... ela bem sabe que NUNCA faltou nada a Letícia.
A biológica sempre recebeu o abono familiar pela Letícia, bem como o rendimento social de inserção; acontece porém, que desde Julho deste ano o Tribunal ou a Segurança Social decidiu que quem deveria receber o dinheiro para a Letícia seriam os seus VERDADEIROS PAIS (é justo, se são eles que desde os 15 dias da sua existência arcam com todas as suas despesas e necessidades).
Desde Julho deste ano que os biológicos decidiram ir a Tribunal requerer a entrega de Letícia!!!
Alegam entre outras coisas que a menina é mal tratada, queimada... que sofre coisas horríveis com os seus PAIS.
Tudo isto porque o dinheiro acabou... o rendimento que a Letícia lhes proporcionava, sem lhes dar qualquer despesa acabou. E a droga não espera... desespera!
Por isso, alegam agora que de pois de 22 meses de VERDADEIRO AMOR POR PARTE DOS SEUS PAIS E IRMÃOS, que Letícia estará melhor com eles.
A MÃE de Letícia sentada a meu lado no banco de espera do Tribunal disse-me: "Se é pelo dinheiro, o Juiz que mo retire e volte a dar-lhe a ela. Se até hoje não necessitei dele para criar a Letícia também posso continuar sem ele." E chorava.
O AMOR daquela MÃE estava espelhado nos seus olhos, no seu rosto.
Não sei o que aconteceu... a minha diligência terminou antes daquela que poderia decidir o futuro da pequena Letícia.
Espero sinceramente que o Tribunal não destrua uma VERDADEIRA FAMÍLIA somente por causa de um subsídio.
A Letícia vale muito mais que os euros que a biológica gasta na droga...
A Letícia é uma menina que merece continuar a ser FELIZ...
BOA SORTE LETÍCIA.

1 comentário:

monica disse...

Muito bem, parabens pelo teu blog, espero que tudo corra bem para a Letícia
Bijufas