segunda-feira, 16 de abril de 2012

* À MINHA MÃE *


Se estou feliz,
quantas vezes te esqueço;
se estou triste,
quantas vezes te procuro.
Mãe, quem é você,
que eu critico,
de quem eu exijo coisas tão pequenas
para satisfazer a minha comodidade,
mas a quem peço a maior ajuda
nos instantes mais difíceis?

Mãe, quem é você,
para quem eu tantas vezes
esqueço o meu carinho,
e de quem exijo tanta atenção?

Mãe, quem é você, com que discuto
e para quem peço conselhos?
Mãe, quem é você,
para quem reclamo sempre,
e para quem guardo
o abraço maior e a maior ternura.

Mãe, eu sei,

Você só é... AMOR.

Maria Helena Gouveia 


Sou muitas vezes ingrata para com a minha Mãe... amo-a muito e nela, por vezes, "descarrego" as minhas frustrações, os meus anseios...
Tenho a MELHOR MÃE do MUNDO... uma companheira fenomenal.
Obrigada Mãe por TUDO.
PARABÉNS E MUITOS ANOS DE VIDA.

Sem comentários:

Publicação em destaque

* É MUITO MAIS QUE UMA COR *

" Mas é apenas um cinturão amarelo! O que tem de tão especial? " Não, não é apenas um cinturão amarelo, é muito mais que is...