quinta-feira, 1 de outubro de 2009

*A IMPORTÂNCIA DO NOME*

Nos últimos meses temos sido constantemente "interrogados" com a curiosidade de todos os que nos rodeiam (e querem bem) sobre qual o nome que escolhemos para a nossa bebé. Insatisfeitos com a nossa resposta de que "Não há nome.", ou "Ainda não decidimos.", "Só quando nascer.", lá continuam questionando, quase diariamente, sobre o nome escolhido. Já há um nome. Aliás, desde o momento em que soubemos o sexo, pelas 12 semanas de gestação, que decidimos o nome que ela teria. Não o divulgaremos até ao seu nascimento. Não por uma questão de "modernices", mas sim porque cremos que só quando ela nascer deverá ser tratada pelo nome que lhe decidimos dar. Mas, afinal, porquê esta "loucura" em querer saber o nome dela? Já repararam que quando alguém decide engravidar, passa a ser "bombardeada" com perguntas como: "Há novidades?", "Então, já há bebé?"? Depois que engravida e dá a notícia, as perguntas mudam para: "É menino ou menina?", "Como se chama?"... e enquanto não damos resposta a isto, não há mais que perguntar. O nome é de facto muito importante... mas não é nada importante quando eles estão aqui dentro, protegidos de tudo e de todos. Aqui dentro é mais importante o amor, a alimentação, o exercício, a respiração... muitas outras coisas. Não julguem que menosprezamos a importãncia do nome que ela terá. A escolha foi analisada e bem pensada (na nossa opinião) e o seu significado disso é prova; no entanto, a nossa bebé, por agora e enquanto permanecer no lugar onde está, continuará a ser tão só e apenas "a nossa bebé", "a nossa menina", "a nossa filha"... o seu nome próprio, aquele que todos terão direito a chamar depois do seu nascimento, será divulgado precisamente aí, no dia em que ela puder chorar pela primeira vez para o Mundo. No dia em que o Mundo a puder conhecer, escutar e ver, todos saberão o nome do nosso orgulho. Nesse dia outras questões iniciarão...

Sem comentários:

Publicação em destaque

* É MUITO MAIS QUE UMA COR *

" Mas é apenas um cinturão amarelo! O que tem de tão especial? " Não, não é apenas um cinturão amarelo, é muito mais que is...